Em comemoração aos 150 anos da tabela periódica, o Sistema CFQ/CRQ lançou uma versão especial interativa do documento. Ao contrário da tabela convencional, que lista os nomes e as informações técnicas dos compostos químicos, esta tem figuras de alimentos, pessoas e objetos em geral que, quando clicadas, mostram de qual elemento químico são formadas.

Na figura da banana, por exemplo, aparece o nome Potássio. Se a escolha for a imagem da lâmpada, dá para saber que seu principal composto químico é o Argônio. No caso dos extintores de incêndio, é o Bismuto. A tabela periódica dos objetos também pode ser consultada no site do CFQ:

www.tabelaperiodicacfq.com.br

O pai da tabela periódica

O Químico russo Dmitri Mendeleev (1834-1907) criou a tabela periódica atual, com 63 elementos, cada um com o respectivo símbolo, a massa atômica e suas propriedades químicas e físicas. Segundo estudiosos, Dmitri deixou espaços em branco na primeira versão, o que indica que ele previa a descoberta de novos elementos. Atualmente, são 164 elementos reconhecidos pela IUPAC (International Union of Pure and Applied Chemistry).