Institucional
Notícias

Parceria de milhões: Ação do CFQ junto ao TikTok combate desinformação e atinge 1 milhão de visualizações em menos de uma semana

A publicação “Riscos de fumar hastes flexíveis“, realizada na terça-feira (22) no perfil do Conselho Federal de Química (CFQ) no TikTok, tornou-se o vídeo mais assistido na história do CFQ no canal, com quase um milhão de visualizações em menos de uma semana.

A publicação “Riscos de fumar hastes flexíveis“, realizada na terça-feira (22) no perfil do Conselho Federal de Química (CFQ) no TikTok, tornou-se o vídeo mais assistido na história do CFQ no canal, com quase um milhão de visualizações em menos de uma semana. O vídeo também ultrapassou a marca de 10 mil curtidas e mais de 10 horas totais de visualização.

O vídeo foi idealizado para combater uma “brincadeira” que se tornou popular nas redes, que consiste em atear fogo numa das pontas de algodão em uma haste flexível e inalar a fumaça. O CFQ, em parceria com a plataforma de entretenimento , trouxe o alerta para a gravidade dessa “brincadeira” e sobre os perigos da inalação de fumaça originada de plásticos em combustão.

O conselheiro federal Ubiracir Filho, doutor em Vigilância Sanitária, concedeu entrevista ao jornal O Estado de SP no dia 8 de novembro e já havia alertado para os riscos do desafio. “Ao inalar deliberadamente todos estes resíduos químicos, no mínimo, compromete-se as vias respiratórias, e a repetição frequente potencializa a ocorrência de patologias respiratórias como a pneumonia química causada pela inalação de substâncias que agridem os pulmões”, afirmou o conselheiro ao Estadão.  A entrevista ganhou repercussão em outros veículos, sendo replicada em portais de notícias como a Época Negócios, Isto É Dinheiro, Isto É Online, Terra, entre outros.

“Além disso, a inalação de partículas de fibras de algodão causa bissinose, doença ocupacional de trabalhadores da indústria do algodão, que provoca o estreitamento das vias aéreas, provoca chiado no peito e pode até reduzir a capacidade funcional dos pulmões da pessoa”, completou. A entrevista repercutiu em diversos portais de notícias e foi tema também de um QuimCast, disponível nos canais do CFQ.

Conselho Regional de Química 2ª Região

Minas Gerais

 Rua São Paulo, 409 - 16º Andar - Centro, Belo Horizonte - MG - 30170-902

 (31) 3279-9800 / (31) 3279-9801